PLAY

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Compromisso e Amor

Um trecho de The Art of Falling in Love sobre o compromisso.
O compromisso é a base do amor. É a decisão de continuar um relacionamento, amar alguém e manter o amor. Constitui uma medida de quão fortemente valorizamos nosso relacionamento. Quando se está comprometido com o outro, isso significa que ele ou ela estará sempre com a outra pessoa - não importa como - sempre estará lá para a outra pessoa.
Compromisso mantém os amantes juntos quando a vida e suas circunstâncias tentam puxar as pessoas para além. Dá segurança e garantia. Os amantes comprometidos sabem que passam por emoções fortes e não tão boas - raiva, tristeza, frustração – e mesmo assim nunca pensam no fim do relacionamento. Isso significa que não importa o que se sente quando ela sai pela porta na parte da manhã, ela sempre voltará. Nenhuma armadilha, nenhuma pessoa, nenhuma situação conseguirá separar os amantes comprometidos.

Queremos a intimidade e a paixão que fazem o amor magnífico, mas tão fortemente queremos saber que nosso amante estará conosco amanhã e mil amanhãs depois disso. Queremos saber que a outra pessoa está conosco nos bons e maus momentos. Quando nós merecemos e quando não.

Em um relacionamento verdadeiramente amoroso, temos uma necessidade imutável dentro de nós para ter confiança absoluta de que nós dois estamos comprometidos em manter o relacionamento. Nós temos a necessidade de saber, sem qualquer dúvida que nenhum de nós jamais deixará que outra pessoa ou qualquer coisa fique entre nós, não importa o quê. Temos uma necessidade de crer com certeza que cada um de nós está certo sobre o nosso amor pelo outro, que o nosso amor vai durar para o resto de nossas vidas, e que nossa relação será estável. Nós temos a necessidade de saber que dentro de cada um existe a responsabilidade pelo outro. Além disso, a pessoa nem considera a possibilidade de a relação um dia terminar.

O amor romântico sem compromisso é como pular de um avião sem pára-quedas. Você pode experimentar as sensações físicas mais intensas e emoções o máximo de sua vida, mas termina mal. Muito, muito mal.

2 comentários:

  1. Que bom que gostou amada.
    Volte sempre e ouça a web radio. Se puder participe do blog.
    Beijinhos...Paz!

    ResponderExcluir

http://www.elo7.com.br/meuquartinhoateliemv

Recent Visitors

Professora Marcia Valeria


http://professoramarciavaleria.blogspot.com.br/


https://www.facebook.com/preceitosbiblicos/?fref=ts


"E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens." Colossenses 3:23

Postagens populares

DEFICIÊNCIAS ( Mario Quintana )


"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo"
é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"
Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser
miserável, pois:
"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.

"A amizade é um amor que nunca morre."

DEFICIÊNCIAS - Mario Quintana (escritor gaúcho nascido em 30/07/1906 e morto em 05/05/1994 .