PLAY

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Gafanhotos e Mel Silvestre.


5 de setembro de 2011 às 11:16

Mateus 3,1-4

1 Naqueles dias apareceu João, o Batista, pregando no deserto da Judeia,

2 dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

3 Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que diz: Voz do que clama no deserto; Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.

4 Ora, João usava uma veste de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre.

Amados,
João Batista era um homem simples, mas com uma missão maravilhosa, João Batista veio preparar a chegada do Senhor Jesus, veio preparar o caminho, no estando o texto diz que ele pregava no deserto (Voz do que clama no deserto)
Talvez ninguém dê ouvido a sua pregação, ao seus sonhos, a suas aspirações, talvez digam isso é loucura! Desista! Não vai dar certo. Posso imaginar que disseram o mesmo naquele tempo a respeito de João. Mas ele continuou com sua pregação aos que queriam ouvi-la e aos que não queriam. E ele os batizava. E por prosseguir em frente com a missão que lhe foi confiada, batizou Jesus, o mesmo que ele não se achava digno de desatar as sandálias. Posso imaginar o sentimento que tomou o coração de João Batista naquele instante, diante dele estava Aquele, que ele estivera anunciando ao povo; e sendo recriminado por isso, meu irmão sua missão é muito grande! Anuncie o Salvador a todos que você encontrar; aos que querem ouvir; aos que não querem ouvir.

E João se alimentava de Gafanhotos e mel silvestre. No Oriente, vários povos se alimentam de gafanhotos; certos nativos africanos comem formigas, cupins, larvas de besouros, lagartas e gafanhotos. O gosto do gafanhoto é muito amargo e o mel silvestre extremamente doce. João Batista experimentou os dois.João experimentou o amargo deserto, da caminhada sem descanso, da luta e não desistiu.João experimentou o gosto doce das primeiras conversões, das vidas que foram alcançadas pela sua pregação, João viu chegar diante dele o Salvador do mundo.

Eu me lembro de quando um tio muito querido faleceu, me lembro de sentir uma grande amargura, o sentimento de perda era horrível, que tristeza! Mas logo depois percebi a vida cíclica na qual estamos inseridos, Meu primeiro filho estava para nascer, e que grande alegria tomou meu coração, meu espírito, que doçura foi receber a notícia!
Deus abençoe,
Renato Macharet Alves.
Fonte: Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://www.elo7.com.br/meuquartinhoateliemv

Recent Visitors

Professora Marcia Valeria


http://professoramarciavaleria.blogspot.com.br/


https://www.facebook.com/preceitosbiblicos/?fref=ts


"E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens." Colossenses 3:23

Postagens populares

DEFICIÊNCIAS ( Mario Quintana )


"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo"
é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"
Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser
miserável, pois:
"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.

"A amizade é um amor que nunca morre."

DEFICIÊNCIAS - Mario Quintana (escritor gaúcho nascido em 30/07/1906 e morto em 05/05/1994 .